Keiko d'Avila, Fernanda Amaro e 5 outros curtiram isso                                                                                                   MCN: WDTU3-2DPGH-J6KC6
DSC00007






Sou Roberto Pelegrino, médico, autor, palestrante e editor.


Um eterno aluno na grande escola da vida...

As pessoas que me cercam perguntam se eu sou um sonhador. Claro que sou um sonhador, tudo nasce de um sonho.

Eu me defino como um sonhador, um eterno aprendiz, um humilde trabalhador em prol da felicidade e da paz, tanto das pessoas que me cercam como do mundo.

Defino a minha função em uma palavra: TRANSFORMAÇÃO.

Como médico, atuo na restauração da saúde e na promoção da qualidade de vida.

Como palestrante, mostro ao meu público que é possível transformar um obstáculo em escada.

Como autor, levo os meus leitores para uma viagem num mundo onde a fronteira entre a fantasia e a realidade é apenas um fio.

Sou um amante da arte. A arte é uma obra de fantasia que explica a realidade. 



Nesse Site você encontrará quatro páginas prinicipais:

1- trabalhar:
Trabalho é sinônimo de vida, quando o indivíduo não conseguir executar um trabalho se quer, a vida não terá mais sentido. O trabalho é o unico instrumento de transformação individual e coletivo

2- A hora do ócio: Na hora do ócio o ser humano repõe as energias do corpo e da alma. O ócio não tem que ser necessariamente produtivo, ele tem que ser criativo. No trabalho o ser humano necessita ser produtivo e criativo, no ócio ele tem que ser criativo, acima de tudo.

3- Berrar: O egoísmo ensurdece a humanidade e muitas vezes temos que berrar para que alguém escute alguma coisa e pare de massacrar as outras pessoas.
http://www.facebook.com/robertopelegrino2

 Estimados(as) leitores(as):

De que vale um celeiro abarrotado, com as portas trancadas e uma multidão de pessoas famintas a sua volta?

A época da competição desenfreada deixou feridas abertas em nossa sociedade.

Estamos iniciando uma nova época, a época da generosidade. Um período de compartilhar e não de dividir.

Criei a página Oficina da Felicidade para compartilhar, para passar meus conhecimentos, reflexões e para aprender com vocês.

Vou falar com vocês sobre a felicidade – o mais universal de todos os direitos.

A felicidade é inerente à vida e não acaba com a morte. Muitos “iluminados” fazem a felicidade dos outros mesmo depois de sua passagem pela terra.

A melhor maneira de conquistar a felicidade e fazer a felicidade dos outros.

Nessa página usarei quatro instrumentos para ajudar as pessoas. Coloquei-os em ordem alfabética e não de importância:

Arte: Usamos a arte para despertar emoções. A arte é a manifestação do belo, é a fantasia que explica a realidade.

Ciência: Usamos alguns recursos da ciência na área da saúde, do comportamento humano e outros para ajudar as pessoas.

Espiritualidade: A espiritualidade não é o contrário do materialismo. A ausência da espiritualidade leva ao materialismo selvagem, afasta as pessoas uma das outras e de Deus.

Filosofia: Desde os primórdios o ser humano aprendeu a pensar e amar o saber. A filosofia, assim como a arte, a ciência e a espiritualidade, é um poderoso instrumento da felicidade humana.

                                                                                                        

4- Cochichar: Para as pessoas que
 nos estão próximas basta um cochicho.
Não adianta berrar, o berro afasta as 
pessoas. Uma palavra mansa aproxima
um do outro e estabelece um laço de 
amizade e fraternidade.
 
 
A felicidade mora em um grandioso castelo chamada alma. Esse grande castelo tem como hóspedes de honra a família, o trabalho e a natureza.
  Site Map